Avião cai no Campo de Marte em São Paulo – Piloto não sobrevive

Avião cai no Campo de Marte em São Paulo – Piloto não sobrevive

Uma aeronave de pequeno porte caiu, por volta de 18h deste domingo (29), no aeroporto Campo de Marte, na zona norte de São Paulo, segundo a Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária).

O avião decolou por volta das 15h30 de Videira, em Santa Catarina, tendo primariamente informado problemas com o trem de pouso e arremetido três vezes, até que em última tentativa a aeronave se chocou com o solo, causando grande explosão.

De acordo com o porta-voz do Corpo de Bombeiros, capitão Marcos Palumbo, seis vítimas (cinco passageiros e o co-piloto) foram socorridas com vida, e uma delas, o piloto do avião, morreu no local. Os cinco passageiros foram levados a hospitais da região, apresentando traumatismo craniano. O co-piloto foi encaminhado ao Hospital das Clínicas, com apoio do helicóptero Águia. O incêndio provocado pela queda do avião foi controlado pela brigada do próprio Campo de Marte.

Bombeiros trabalham para apagar incêndio após aeronave cair em São Paulo.

A aeronave pertence a empresa de embalagens Videplast, que segundo um dos sócios, estavam a bordo os dois fundadores da Videplast, dois irmãos: Nereu Denardi e seu filho, Enzo, de 17 anos, Geraldo Denardi e Aguinaldo Nunes, coordenador da empresa e Agnaldo Crippa e Bene Souza.

A operação de tentar salvar o piloto, preso às ferragens da aeronave, levou cerca de uma hora, mas a vítima não resistiu aos ferimentos. O avião é um bimotor King Air C90 de prefixo PP-SZN.

Sete viaturas do bombeiros realizaram atendimento no local, além do Helicoptero Águia, do Grupamento Aéreo da PM, que também esteve no resgate.

Este é o avião envolvido no acidente, trata-se de prefixo bimotor King Air C90, com capacidade para sete passageiros.

Consta no registro da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) que o avião, um bimotor turbo-hélice, foi fabricado em 2008 pela Hawker Beechcraft, com capacidade para sete passageiros e estava em situação regular de operação.

Em nota, a Força Aérea Brasileira disse que um equipe de investigadores do Quarto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA IV), órgão regional do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), vai coletar dados para entender as causas do acidente.

O piloto da aeronave era Antonio Traversi que não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do hospital.

Com informações da Agência Brasil.
GOSTOU? COMPARTILHE

Deixe seu cometário!

Colunista

SAÚDE – KELLY TEIXEIRA

Médica e Terapeuta Ocupacional, especialista em Saúde Mental

Colunista

POLÍTICA – WACY FREITAS

Jornalista e Advogado

Colunista

FAMÍLIA – Laércio Castro

Pastor, Jornalista, Conferencista e Terapeuta Familiar

Colunista

A Grande Jogada – Wallas Casanova

Jornalista e apresentador do Programa “A Grande Jogada” na Rádio Líder FM

Colunista

Timeline – Karleany Costa

Apresentadora do Programa “Timeline” na Rádio Líder FM

Colunista

Multicoisas – Nome do colunista

Lorem Ipsum é simplesmente uma simulação de texto

Colunista

Líder debate – Nome do colunista

Lorem Ipsum é simplesmente uma simulação de texto

Colunista

Moda e beleza – Nome do colunista

Lorem Ipsum é simplesmente uma simulação de texto

Colunista

Música Gospel – Nome do colunista

Lorem Ipsum é simplesmente uma simulação de texto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *